(62) 3240-0101
DICAS DE LIVROS

Amorinópolis na metade do século passado

03/08/2011 10:33:33

O coração de Paulo Afonso Ribeiro Barbosa, um geólogo, homem culto e de tocante comunicação, bate forte por Amorinópolis, a cidade onde chegou com 3 anos de idade e onde viveu cerca de duas décadas. Mesmo residindo em Goiânia e andando pelo país no exercício da sua geologia, trabalhando para grandes empresas, Paulo Afonso não esqueceu Amorinópolis. Pelo contrário, afirma várias vezes no livro que morre de saudades...

 

Sua relação com Amorinópolis não é totalmente rompida. Ele tem propriedade rural no município, onde para lá se dirige nestes finais de semana prolongados. Paulo Afonso é desses que vive com o passado presente, com emoções que acumulou ao longo do tempo... Seus quase 20 anos vividos em Amorinópolis  viraram um livro de doce nostalgia. O autor relembra tudo da cidade em seu início do povoamento, numa Amorinópolis ainda bem pequena.

 

O livro que acaba de vir a público, edição independente, é um desfile de imagens e reflexões. Embora sem nenhuma fotografia, a comunicação fácil do autor em 261 páginas nos faz ver o passado, sentir as pessoas de uma época e reviver costumes que o avanço tecnológico sepultou.  Trata-se da Amorinópolis sem energia elétrica, sua gente religiosa, as travessuras da meninada e um relato sobre cada um que viveu aquele tempo, na metade do século passado. A memória do autor é prodigiosa. Ele lembra de tudo.

 

O livro “Amorinópolis na Metade do Século Passado” não se prende a política ou a uma narração cronológica de fatos. O autor fala é da vida! São lembranças e sentimentos! Os mais diversos perfis são destacados.  É possível que ele tenha lembrado de 99% dos viveram naquela época, discorrendo com saudade as mais diversas situações. Mas o que faz o livro ser de um interesse mais do que local, é sua detalhada descrição sobre costumes de um tempo. Por essa razão a obra de Paulo Afonso  Ribeiro Barbosa tem valor nacional. Mostra como viviam as pessoas em um certo tempo no interior do Brasil.

 

Prefeitura de Amorinópolis quer escolher uma data para homenagear Paulo  Afonso

Esta reportagem ouviu de pessoas ligadas ao atual prefeito de Amorinópolis, Sílvio Isac de Souza, que a Administração quer escolher uma data para que a obra seja publicamente apresentada ao povo e para que seja feita uma homenagem ao autor. A Administração entende que ele resgata um passado, valoriza um povo e um tempo e merece o aplauso da comunidade.

Paulo Afonso Ribeiro Barbosa não quer lucros com venda de livros. Ele planeja que o que for obtido na distribuição da obra será para uma causa beneficente na própria cidade de Amorinópolis. Alguns da cidade já possuem o livro. A obra vai dar muito que falar, sentir ou até emocionar. Paulo Afonso foi feliz em relembrar da sua infância e juventude e, junto  com ela, recordar de uma multidão de habitantes  de uma pequena cidade nos meados do século passado.


Voltar

Home

Twitter
Facebook
Newsletter

Faça o cadastro para receber novidades do escritório e do mundo!

Nome:
E-mail:
Localização

Todos os Direitos Reservados

Fonseca Mauro Monteiro e Advogados Associados S/S © 2013

Programado por:

Layout desenvolvido por: